Televendas: (62) 3092.5700
Voltar
DICAS - IMPERTUDO
Voltar

Floreiras

SOLUÇÃO TÉCNICA Impermeabilização com impermeabilizante flexível moldado in loco ou pré-moldado e drenagem com manta geotêxtil utilizada com agregado leve tipo argila expandida (cinasita).


IMPERMEABILIZAÇÃO DE FLOREIRAS

SOLUÇÃO TÉCNICA:


Impermeabilização com impermeabilizante flexível moldado in loco ou pré-moldado e drenagem com manta geotêxtil utilizada com agregado leve tipo argila expandida (cinasita).

SITUAÇÕES POSSÍVEIS:

1- Floreiras com infiltrações (ação corretiva):

Remover toda terra, proteção mecânica, impermeabilização e regularização até chegar na laje antes de executar a nova impermeabilização.

2- Floreiras novas:
A estrutura deverá estar plenamente curada.

PROCEDIMENTOS EXECUTIVOS

1- Preparação da superfície:

A superfície deverá estar isenta de pó, areia, desmoldantes, óleo, etc; Após saturação com água, se a superfície for vertical (paredes), fazer chapisco de aderência no traço 1:2 (cimento:areia) em volume adicionando Adesivo Acrílico DRYKOLA - Dryko, na água de amassamento na proporção 1:2 (adesivo: água) em volume.

Após 24 horas de cura, executar massa impermeável.
Se for piso, será necessário executar ponte de aderência fazendo a mistura de cimento e adesivo acrílico DRYKOLA – Dryko na consistência fluida no  traço de 1:2 (aditivo:água ) e com auxílio de brocha ou vassoura de pelo esparramar no piso e imediatamente executar a argamassa impermeável.

A massa impermeável para parede e piso  deverá ser executada com cimento e areia no traço 1:3 em volume adicionando  impermeabilizante DRYKOVEDA - Dryko na água de amassamento em diluição de 1:10 em volume ou 2 litros para cada saco de cimento e 200gr de FIBRACON (fibra de polipropileno) para cada saco de 50 kg de cimento.

E deverá possuir espessura de 30 mm e caimentos mínimos de 1% em direção aos pontos de escoamento de água.

No caso do piso, os cantos de piso/parede devem ser arredondados em forma de meia-cana, com raio de 5 cm e recuadas em relação ao revestimento (reboco) existente e com altura de 30cm em relação à superfície das lajes ou usar tela de poliéster nos vértices colados com emulsão acrílica DRYCRYL – Dryko.

Promover cura por 3 dias com água limpa. Em torno de ralos e tubulações, executar uma abertura, com dimensões de 10 mm x 10 mm para preenchimento com adesivo epóxi tixotrópico.
 

2- Impermeabilização:
Opção 1:
1- Após 72 horas de cura da massa impermeável de regularização, saturar superfície com água e em seguida aplicar DRYKOTEC – Dryko, no consumo de 3 kg/m² em 3 demãos cruzadas com intervalo entre as demãos de 4 a 6 horas, dependendo da umidade relativa do ar, e promover cura úmida por um período de 72 horas para melhor desempenho do procedimento de impermeabilização;

2- Após cura do Drykotec, aplicar emulsão asfáltica elastomérica DRYKOL EL – Dryko, diluindo a 1° demão em 10 % de água.

Após 24 horas de secagem, aplicar a segunda demão de emulsão asfáltica elastomérica DRYKOL EL – Dryko incorporando a tela de poliéster para reforçar a impermeabilização.

Continuar a sequência de aplicação de demãos de DRYKOL EL – Dryko aguardando a secagem da anterior para a aplicação da posterior. Aplicar no mínimo 4 demãos ou até obter o consumo recomendado de 2kg/m².

Utilizar brocha, trincha ou vassoura de pelo para efetuar a aplicação do produto.

Opção 2:
1.
Após 72 horas de cura da argamassa impermeável, aplicar 1 demão de primer asfáltico PRIKOL (base água) e promover a aderência da manta asfáltica poliéster DRYKOMANTA 3 mm ou 4 mm (dependendo da área da floreira) com uso de maçarico e gás GLP, aplicando no piso e subindo nas paredes; ou ultrapassando o limite da projeção do aterro, onde será colocada as plantas; ou virar na parte superior da platibanda, deverá ser obedecido a sobreposição na longitudinal de 10 cm nas emendas.

Fazer teste de estanqueidade por 72 horas.

EXECUÇÃO DO DRENO
Recomenda-se colocar sobre o ralo um filtro com geo têxtil de 30 x 30 cm.
Posteriormente, camada com 10 cm de argila expandida (sugestão:cinasita).

Sobre esta camada, coloca-se a manta geotêxtil no fundo e nas faces laterais da floreira, deixando-se o espaço de 10 cm antes das bordas.

Lançar o solo e efetuar o plantio das mudas tendo-se o cuidado com a escolha de plantas de raízes profundas.

PRODUTOS RECOMENDADOS E CONSUMOS:

Aditivo hidrofugante para reboco: Drykoveda: recomendado 2 litros para cada saco de cimento;
Argamassa Polimérica impermeabilizante: Drykotec: recomendado 3 kg/m² (3 demãos);
Membrana Asfáltica moldada in loco: Drykol El: recomendado 3 kg/m²;
Primer asfáltico base d'água: PRIKOL: recomendado 300 ml/m²;
Manta asfáltica polietileno 3 mm: VEDAMANTA 3mm: recomendado 1,10 m²/m² (10cm de sobreposição); ou manta asfáltica poliéster 3mm ou 4 mm: DRYKOMANTA 3mm ou 4 mm;
Fibra polipropileno anti trinca FIBRACON: recomendado 200 gr para cada saco de 50 kg de cimento.

TELEVENDAS: (62) 3092-5700 | (62) 98292-0099